“Campeão absoluto deste ano”

Não. Eu não estou falando do Santos Futebol Clube. Estou me referindo ao Clube de Regatas Flamengo, que, poderia muito bem, usar tal frase do hino santista para explicar o ano espetacular de 2019.

Nem o mais otimista flamenguista esperava que o ano do rubro negro fosse assim. Podemos dividir o ano do flamengo em dois momentos. Um Flamengo antes da Copa América e, pós Copa América.

Eis aqui as minhas observações sobre porque o Flamengo ser o “campeão absoluto deste ano”.

1. Não foi preciso contratar um ônibus de jogadores para formar um elenco. Chegaram apenas 8. Os demais já estavam no clube e outros foram promovidos da base.

2. Com a negativa do Renato Gaúcho em não ir para a Gávea, Jorge Jesus, desconhecido por nós, foi contratado e teve em poucos dias, sua filosofia implantada na equipe. Talvez o fato de ser desconhecido pela maioria dos jogadores ajudou nisto. Como existe a rotatividade dos técnicos no Brasil, alguns jogadores já passaram pelas idéias da maioria dos treinadores. Algo que não aconteceu com a chegada do Mister.

3. Implantada a filosofia do JJ no rubro negro, vieram as quebras de paradigmas do futebol brasileiro. Uma delas é de que treinador precisava poupar jogadores em suas competições para não cansar. Jorge Jesus não poupou. Claro que alguns dos jogadores importantes da equipe chegaram no segundo semestre, mas vou tirar o chapéu para o preparador físico rubro negro. O time não casava, corre muito em campo. E ainda tem o treinador que grita mesmo quando o time esta ganhando e não admite erros.

4. JJ é direto. Se não gostou com a atuação do seu jogador em campo, grita direto com ele e faz a substituição já no primeiro tempo ou no intervalo. Mostra aos jogadores e a torcida que não esta na beirada do campo apenas para divertimento.

5. Outro paradigma quebrado no Brasil foi ver o time jogar pra frente. Sem aqueles duzentos volantes no meio campo e laterais que não passam do meio para não desfazer a linha de defesa como estamos acostumados a ver nos clubes brasileiros. JJ surpreendeu. Mostrou a fragilidade dos treinadores brasileiros em ler o jogo. Em armar equipes contra um time que não joga igual ao seu. Que mostram como os nossos treinadores precisam mudar a linha de pensamento sobre o futebol.

6. Ataque e meias ofensivos. Contratações espetaculares. Mais baratas que muitos jogadores das equipes rivais. Porém, eficientes. É muito bom ver o ataque e o meio do Flamengo jogando com vontade, querendo fazer gols seja de onde for, dentro da área, de fora ou até do meio campo.

Por este motivo, ficam aqui os sinceros parabéns de um palmeirense que gostou do que viu este ano do Flamengo. Merecido os títulos do Brasileirão e da Libertadores. Merecido pelo que fez fora e dentro do campo.

Basta agora preparar-se para o mundial de clubes e torcer para não acontecer um novo Mazembe-day.

Porém, como bom palmeirense, espero que aconteça. rsrsrsrsrsrsrs

Um abraço
Benigno Nascimento 

Comentários do Facebook

Benigno Nascimento

Paraibano arretado, casado com Kelly Nascimento, pai da princesa Layse e do herói Mosias. Torcedor do Palmeiras e do Belo da Paraíba. Jogador de Play2 e que só joga a Master Liga com os piores times. Gosto de escrever sobre o futebol pois sou apaixonado por este este esporte

Deixe uma resposta

Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube
Instagram