O desempenho do Palmeiras

Muito se tem falado sobre o desempenho do Palmeiras no ano. No caso, o problema não é o aproveitamento de pontos, que atualmente é de 71,2% (8 vitórias, 4 empates e 1 derrota). O problema é a ausência do chamado “show”, que os críticos, entre eles muitos palmeirenses, esperam pelo elenco que temos.

Veja só: quando Felipão foi recontratado em 2018 dando início à sua terceira passagem no Verdão, acredito que a diretoria não esperava um show de bola em todos os jogos, com os adversários sendo esmagados com goleadas avassaladoras. Não. Acredito que a diretoria esperava resultado, título, comando, e isso Felipão atende com grande louvor.

Desde que ele assumiu em 3 de agosto de 2018, ele comandou o time em 44 jogos. São 28 vitórias, 12 empates e 4 derrotas. Um aproveitamento total de pontos de 72,7%, o que é excelente. São 23 gols sofridos nesses 44 jogos, sendo que em 26 partidas o time não sofreu gols. Ou seja, o desempenho defensivo é excelente. O ofensivo também não deixa a desejar.

Analisei os números das últimas 5 partidas do Palmeiras, e incluí também os números dos clássicos contra o Corinthians e Santos.

Adversário Chutes a Gol Chutes Certos Posse de bola Qtde Passes Acerto de Passes
São Paulo 11 3 56% 453 80%
Melgar 17 8 51% 366 85%
Mirassol 13 2 74% 577 87%
Junior Barranquilla 7 4 32% 281 70%
Ituano 15 8 49% 431 81%
Corinthians 28 1 65% 534 85%
Santos 15 4 38% 296 73%

Os números não são ruins. Vemos que o percentual de acerto de chutes do Palmeiras é baixo, poderia melhorar muito. No entanto, o time tem trocado mais passes, procurado jogar mais com a bola no chão do que com lançamentos longos. Para você ter uma ideia, o Barcelona trocou 460 passes na vitória de hoje por 4 a 1 contra o Betis pelo Espanhol. Não, não estou comparando o Palmeiras com o Barcelona. Estou usando o Barcelona como referência de time que troca passes e usando esse número como base para analisar o Palmeiras.

Resumindo: o Palmeiras não dá show. Mas é extremamente consistente na defesa. Lidera o seu grupo no campeonato Paulista, o que não diz muita coisa. Tem a melhor defesa do estadual. Na Libertadores, tem 100% de aproveitamento, e ainda não sofreu gols. Se a mídia especializada ou os próprios torcedores esperam show, provavelmente não será com Felipão. Ele já disse diversas vezes que prefere o resultado. E isso, ele tem conseguido.

Criticar para quê? Já dizia o velho ditado: “muito ajuda quem não atrapalha!”.

Saudações alviverdes.

Comentários do Facebook

Rafael Sugiyama

Palmeirense fanático, analista de sistemas, casado com a mulher mais bonita do mundo, Camila, e pai do Arthur, da Giovanna, da Laura e da Maya, nossa golden. Amante de futebol, irrito muito a esposa com os jogos da série C ou da Copa Verde que gosto de assistir. Gosto de números e escrevo sobre tudo.

Deixe uma resposta

Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube
Instagram