O Flamengo chegou, e aí Mano?

Cruzeiro e Flamengo se classificaram para as finais da Copa do Brasil. Dia 7 de setembro o Brasil para por 90 minutos para assistir a primeira partida da grande final, muitos já apostam no Flamengo e seu elenco milionário como grande favoritos ao tetra campeonato da CDB.

Por outro lado temos um Cruzeiro organizado, com diversos bons jogadores, elenco cascudo, preparado para enfrentar um Maracanã lotado e um elenco badalado.

O que mais chamou a atenção deste blogueiro é que o destino colocou Flamengo e Mano Menezes frente a frente em plena CDB.

Em 2013, Mano Menezes pediu demissão do Flamengo, dizendo as seguintes palavras:

Senti no resumo do jogo de hoje que não consegui passar para esse grupo aquilo que penso sobre futebol. Quando um técnico não consegue fazer isso e sente seu time está estagnado e as coisas se repetem, precisamos sempre falar as mesmas coisas, cobrar as mesmas coisas é porque ele precisa sair. Com essa visão, com essa ideia clara de como as coisas estavam andando, ou deixando de andar como eu pensava que deveriam andar, tomei essa decisão difícil e inédita na minha carreira, mas que considero melhor para o Flamengo trilhar um caminho que não seja esse de ficar mais na parte de baixo da tabela“.

Aquele time que não conseguia assimilar bem as palavras de Mano Menezes foi campeão da Copa do Brasil de 2013, desde então Mano Menezes passou a ser persona non grata ao redor do ninho do Urubu, pergunte a qualquer rubro-negro o que ele pensa sobre Mano Menezes, as respostas não serão as melhores para ele e seu empresário.

Fato é que para este blogueiro, Mano Menezes saiu do Flamengo quando viu que existia uma oportunidade de voltar ao Corinthians e inventou uma história toda torta e não foi homem de assumir que tinha uma proposta Corinthiana em mãos, inclusive essa traição foi devolvida por Tite em 2015 de forma muito fria.

Em resumo, Mano Menezes terá que mostrar que é um técnico do tamanho do seu ego, pois até agora não mostrou realmente a que veio.

E Flamengo é Flamengo, nunca o subestimem.

Abs,

Mauro Loureiro

Comentários do Facebook

Mauro Loureiro

Apaixonado por futebol, corinthiano de sangue e opção, capaz de passar horas assistindo a lances de Marcelinho Carioca (o maior do Corinthians), Ronaldo Fenômeno e Dida. Casado com Letícia e pai de três filhos, Danielly, Gabriela e Guilherme (esse era pra se chamar Cássio ou Ronaldo, mas a esposa não deixou). Seu time titular do Corinthians de todos os tempos é: Cássio, Alessandro, Gil, Gamarra, Kleber, Rincón, Paulinho, Ricardinho, Marcelinho, Tevez e Ronaldo. Você deve estar se perguntando onde estão Rivelino, Sócrates, Casagrande e etc.? Ele te responderia, pra entrar na história do clube tem que ter título. Pessoa de opinião forte, tente perguntar o que ele acha de Muricy Ramalho, Rivaldo, Figo e Botafogo. Desde fev/17 faz parte com cinco grandes amigos do Papo de Arquibancada.

Deixe uma resposta

Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube
Instagram