O mês quase perfeito do Palmeiras

O mês de maio acabou, e com ele um desempenho quase perfeito do Palmeiras. Neste mês, que começou com um empate dos reservas com o CSA por 1 x 1 em Alagoas, foram 8 jogos, com 7 vitórias e esse infame empate.

Foram 13 gols marcados e somente 1 sofrido, com 7 vitórias seguidas sem sofrer gols, contra Santos, Internacional, San Lorenzo, Atlético-MG, Sampaio Correia (2x) e Botafogo, por 3 torneios diferentes.

É de impressionar os resultados do Palmeiras no ano: 30 jogos, com 20 vitórias, 8 empates e 2 derrotas, 48 gols marcados e somente 8 gols sofridos. Não por acaso acabamos com a melhor campanha do Paulista, temos a melhor campanha da Libertadores e somos líderes do Brasileiro.

O desempenho, que até um tempo atrás era questionável, hoje já não é mais. O time não dá show em todos os jogos, mas é consistente defensivamente e tem repertório ofensivo.

Desde a volta do Felipão, há 11 meses, foram 61 jogos, com 40 vitórias, 16 empates e 5 derrotas. Ou seja, em quase 1 ano, o time só perdeu 5 partidas. 29 partidas sem perder no Campeonato Brasileiro de pontos corridos, recorde absoluto nesse formato.

Temos mais 3 jogos até a parada para a Copa América: Chapecoense fora, Athletico-PR e Avaí em casa. Dá para ganhar os 9 pontos e ir para a pausa do campeonato com bastante tranquilidade.

Números e mais números que comprovam que estamos no caminho certo. Se vamos ganhar todos os títulos, só os deuses do futebol sabem.

Comentários do Facebook

Rafael Sugiyama

Palmeirense fanático, analista de sistemas, casado com a mulher mais bonita do mundo, Camila, e pai do Arthur, da Giovanna, da Laura e da Maya, nossa golden. Amante de futebol, irrito muito a esposa com os jogos da série C ou da Copa Verde que gosto de assistir. Gosto de números e escrevo sobre tudo.

Deixe uma resposta