E que 2019 começa para o Santos Futebol Clube!

Crédito Foto: www.torcedores.com

A temporada começa no nosso futebol com os estaduais, e hoje, o Santos abriu a temporada vencendo a Ferroviária por 1×0 com gol de Jean Mota. Apesar do começo de temporada conturbado com perdas de jogadores, falta de dinheiro, declarações polêmicas do seu treinador, etc. Se mostrou um time com um bom futuro pela frente (não estou secando…)

O alvinegro praiano que vem bem fraco no mercado, trazendo apenas dois jogadores: O venezuelano Yeferson Soteldo (meia-atacante) e o colombiano Felipe Aguillar (zagueiro), faz se imaginar que a principal contratação será o treinador Jorge Sampaoli que fora o personagem de destaque do jogo.

Olhando para o campo, ainda sentiu a falta de um meia de criação (que se fala desde o ano passado) mas com mais liberdade para os laterais, Victor Ferraz e Ourinho tiveram grande destaque e uma participação mais efetiva no jogo. Outro que teve mais liberdade foi o meia Jean Mota, que hora jogava como um  segundo volante na outra pisava na área e assim marcou o gol isolado da tarde.

Para quem acompanha o trabalho do Sampaoli, sabe que o preponderante é o jogo com 3 zagueiros, por isso o jogo se torna forte pelas alas e isso já se mostrou no jogo de hoje. Mais uma vez, os destaques para os laterais do peixe. O outro ponto a se observar é que não haverá mais pontas. Em uma formação fluida como tal, o jogo construído pelo meio irá requer uma atenção maior já que o volante Alison pouco agrega nesse momento com bola.

Outro ponto é que o Santos precisa urgentemente de um camisa 9. O Gabigol foi muito bem na temporada passada, e seu reserva pouco mostrou. O jovem Felippe Cardoso não me parece o ideal e não inspira muita confiança dos seus torcedores. Dentre todas as especulações, nenhuma são de um centro-avante, para ficar de olho torcedor santista…

Bom, foi o primeiro jogo e não foi mil maravilhas, o Santos até que sofreu para marcar pelo bom trabalho defensivo da Ferroviária e claro, pelo elenco enxuto que tem. Dos 26 inscritos no Paulistão, 15 são do principal e os outros 11 são jogadores da “Lista B” que são de jogadores até 21 anos.

Voltamos aquela máxima de que se deixar o Sampaoli trabalhar, pode sair coisa. Mas como estamos no imediatista futebol brasileiro, nunca se sabe o que virá amanhã. Como entusiasta do técnico argentino, posso afirmar que vi coisas muito positivas e que se tiver tempo, o time da baixada terá um bom futuro para 2019!

 

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta